Santana e Quantum GL



 

Os Santana e Quantum GL 1987 chamavam a atenção pelos seus toques esportivos, começando pelas rodas - semelhantes às rodas do Gol GT.

Com novo visual mais robusto devido aos novos pára-choques, também impressionava com suas maçanetas, contorno dos vidros e bagageiros (somente na Quantum) em preto fosco, e não mais cromado como na linha 1985/86. Borrachas nas portas foram aplicadas para melhorar a estética e dar mais segurança à pintura em estacionamentos apertados.

Tinha o mesmo padrão interno e mantinha o seu grande conforto, principalmente ao motorista, que tinha à sua disposição várias regulagens em seu banco. Utilizava o mesmo volante de quatro raios e quatro botões para a buzina, facilitando assim o seu uso, ainda mais com seu bom posicionamento que permitia uma fácil visualização dos instrumentos.
 


 
De série: rádio AM/FM estéreo, relógio digital, ventilação forçada, iluminação no porta-malas e compartimento do motor, banco do motorista com regulagem de altura, conta-giros, cobertura sanfonada do porta-malas (somente para Quantum), indicador de consumo, aquecimento interno, faróis halógenos e rodas de liga leve. Como opcionais, direção hidraúlica, ar-condicionado, vidros elétricos, travas elétricas, vidros verdes com pára-brisas degradê e toca fitas.

Era disponível nas seguintes cores: branco; três tons de vermelho; quatro tons de azul; bege; dois tons de preto; prata; cinza; dois tons verdes; e marrom. Internamente podia ser preto, marrom ou cinza.

 

 

© Santana Fahrer Club 2003-2006. Todos os direitos reservados.